Política Industrial
Brasil Mais Produtivo

Brasil Mais Produtivo: O Programa Brasil Mais Produtivo é um programa de implementação rápida, de baixo custo, com o objetivo de aumentar a produtividade das empresas brasileiras e fortalecer desenvolvimento regional do país. A iniciativa é uma realização do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O Programa consiste na realização de consultoria tecnológica no processo produtivo, de baixo custo, com o objetivo de obter ganhos expressivos de produtividade ou redução no custo de produção. Nessa primeira fase, as melhorias rápidas acontecerão com a utilização de ferramentas de manufatura enxuta customizadas para atendimento aos setores do Programa, com foco na redução de sete tipos de desperdícios mais comuns no processo produtivo: superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos. A consultoria é de 120 horas por empresa, totalizando R$ 18.000 por empresa, dos quais R$ 15.000 são pagos pelo Programa e R$3.000 é a contrapartida da empresa, a título de engajamento ao Programa. A iniciativa está presente em todos os estados da federação, em aproximadamente 80 APLs/aglomerações produtivas, mobilizando uma média de 400 consultores do SENAI. Destaca-se a capilaridade dessa iniciativa de política pública. 

Na primeira fase, serão atendidas 3.000 empresas com produção manufatureira, de pequeno e médio porte, localizadas em Arranjos Produtivos Locais (APLs) ou aglomerações produtivas e que fazem parte das seguintes cadeias produtivas prioritárias: Metal-Mecânico, Moveleiro, Vestuário e Calçados, Alimentos e Bebidas. O investimento para esse primeiro momento foi de R$ 50 milhões.

Devido aos bons resultados parciais do Programa, há previsão de expansão do número de empresas atendidas com a utilização da ferramenta da Manufatura Enxuta, bem como em outras ferramentas que também possam trazer ganhos de competitividade à indústria local.

A governança do Programa é exercida por meio de dois comitês nacionais: o Comitê de Orientação Estratégica e o Comitê de Orientação Técnica, ambos coordenados pelo MDIC e compostos pelos parceiros do Programa (CNI/SENAI, ABDI, Apex-Brasil, SEBRAE e BNDES).

Mais informações sobre o Programa Brasil Mais Produtivo (link externo)

VEJA TAMBÉM

Um panorama da economia brasileira e seus fatores de atratividade.
SI
Secretaria de Inovação
SIN
Secretaria de Inovação e Novos Negócios
Sistema Brasileiro de Tecnologia