Estatísticas de Comércio Exterior de Serviços
Secretaria de Comércio e Serviços

Dando continuidade ao compromisso de disponibilizar informações e estatísticas sobre o comércio exterior de serviços, a Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (SCS/MDIC) divulga os dados relativos ao ano de 2017. Com o propósito de facilitar o entendimento sobre os dados, a SCS apresenta abaixo um novo formato de publicação em 2017. Uma configuração mais intuitiva, que permite a compreensão mais simples dos dados produzidos a partir do Siscoserv.

Valores Totais do Comércio Exterior de Serviços do Brasil

Destaca-se abaixo os valores de vendas (exportações) e aquisições (importações) de serviços em 2017, incluindo as quantidades totais de vendedores e adquirentes, o número de registros realizados e de operações cadastradas e, principalmente, dos valores totais das operações de venda e aquisição realizadas no ano.

 

Valores Totais - Venda de Serviços (2017)
Quantidade de Vendedores 11.864
Quantidade de Registros de Venda de Serviços (RVS) 2.681.403
Quantidade de Operações 3.508.710
Valor (USD) 29.838.916.917,40

 

Valores Totais - Aquisição de Serviços (2017)
Quantidade de Adquirentes 18.846
Quantidade de Registros de Aquisição de Serviços (RAS) 1.950.776
Quantidade de Operações 2.265.383
Valor (USD) 42.889.840.314,15

 

 Serviços vendidos e adquiridos pelo Brasil

Os dados sobre os serviços vendidos (exportados) e adquiridos (importados) pelo Brasil em 2017 são disponibilizados em forma de tabela, que relacionam a lista de serviços coletados a partir do Siscoserv. As operações estão classificadas por posição e por subitem da Nomenclatura Brasileira de Serviços, Intagíveis e Outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio - NBS.

Serviços vendidos e adquiridos pelo Brasil – Por Posição
Serviços vendidos e adquiridos pelo Brasil – Por Posição (XML)
Serviços vendidos e adquiridos pelo Brasil – Por Subitem
Serviços vendidos e adquiridos pelo Brasil – Por Subitem (XML)

 

 Parceiros Comerciais (Países) do Brasil

Os parceiros comerciais são aqueles países que realizaram operações de venda ou aquisição de serviços e intagíveis com o Brasil. Além da relação dos países e seus respectivos valores transacionados no ano em pauta, estas tabelas também apresentam o cruzamento entre os dados dos países e dos serviços que foram comercializados entre o Brasil e esses parceiros comerciais.

Parceiros Comerciais do Brasil – Por Posição
Parceiros Comerciais do Brasil – Por Posição (XML)
Parceiros Comerciais do Brasil – Por Subitem
Parceiros Comerciais do Brasil – Por Subitem (XML)

 

 Operações das Unidades da Federação no Comércio Exterior de Serviços

Outra perspectiva disponível dos dados do Siscoserv é a visão dos dados do comércio exterior de serviços a partir das operações realizadas pelas Unidades da Federação (UF) do Brasil. Ou seja, a apresentação da origem das exportações de serviços do brasil e o destino das importações realizadas. Assim como no cenário de apresentação dos dados de parceiros comérciais, além da lista de UF e seus respctivos valores de venda e aquisição de serviços, as tabelas ainda oferecem dados sobre o cruzamento entre as informações dos estados, os países e os serviços e intagíveis comercializados por essas UF. 

Operações das Unidades da Federação – Por Posição
Operações das Unidades da Federação – Por Posição (XML)
Operações das Unidades da Federação – Por Subitem
Operações das Unidades da Federação – Por Subitem (XML)

 

Operações do Comércio Exterior de Serviços por Modos de Prestação

A apresentação das operações do comércio exterior de serviços do Brasil por modos de prestação, separadas entre as vendas (exportações) e aquisições (importações), é composta pelas quantidades totais de vendedores e adquirentes e pelos valores totais das operações realizadas em cada modo de prestação. Conforme estabelecido no Acordo Geral sobre Comércio de Serviços da OMC (GATS), as informações estão dispostas nos modos de prestação de Comércio Transfronteiriço (Modo 1), Consumo no Brasil ou no exterior (Modo 2), de Presença comercial no exterior (Modo 3) e de Movimento temporário de pessoas físicas (Modo 4).

Como o Modo 3 - Presença Comercial no Exterior é um registro especial dentro do Siscoserv e o prazo para o seu registro é distinto dos demais modos de prestação, sua divulgação ocorre em separado.

Venda de Serviços (2017)
Modo de prestação Valor (USD) Vendedores
Modo 1 - Comércio Transfronteiriço 24.086.837.084,88 8.296
Modo 2 - Consumo no Brasil 5.454.896.815,28 4.194
Modo 4 - Movimento temporário de pessoas físicas 297.183.017,24 875
TOTAL 29.838.916.917,40

 

Aquisição de Serviços (2017)
Modo de prestação Valor (USD) Adquirentes
Modo 1 - Comércio Transfronteiriço 29.641.026.913,32 17.473
Modo 2 - Consumo no Exterior 11.085.333.862,61 3.452
Modo 4 - Movimento temporário de pessoas físicas 2.163.479.538,22 1.483
TOTAL 42.889.840.314,15

 

Dados Consolidados:

 Os dados consolidados de Vendas e Aquisições são disponibilizados em forma de tabelas e descrevem detalhadamente os aspectos mais relevantes do comércio exterior de serviços brasileiro coletados a partir do Siscoserv, classificados por posição e por subitem da NBS. O arquivo consolida as informações publicadas nos itens acima.

Dados Consolidados - Por Posição

Dados Consolidados - Por Posição (XML)

Dados Consolidados - Por Subitem

Dados Consolidados - Por Subitem (XML)

Empresas Consolidadas por Faixa

Empresas Consolidadas por Faixa (XML)

Notas Metodológicas

O Siscoserv tem por objetivo contribuir para o mapeamento do comércio exterior de serviços brasileiro, seus atores e particularidades, possibilitando, assim, o aprimoramento de ações de estímulo, formulação, acompanhamento e aferição das políticas públicas relacionadas ao setor, bem como o subsídio às negociações de acordos internacionais. O sistema prioriza o fluxo comercial ao fluxo financeiro e, por isso, captura detalhes da prestação de serviços que fogem aos demais instrumentos, como se observa nas Notas Metodológicas.


O modo de prestação do serviço, conforme previsto pela Organização Mundial do Comércio (OMC), contribui para que se possa compreender os modelos de negócio adotados pelas empresas brasileiras e é aspecto determinante nas negociações internacionais. As datas de início e conclusão dos serviços, por sua vez, auxiliam a caracterizar as relações comerciais entre os países. A própria identificação dos atores relevantes deste comércio pelo Governo passou a ser possível. As notas metodológicas, que acompanham a divulgação, contribuem para a compreensão das especificidades dos dados do Siscoserv.

 

Considerações Finais

O Panorama do Comércio Internacional de Serviços e os Perfis dos Négocios Bilaterais em Serviços 2017, assim como os dados de Presença Comercial no Exterior, serão lançados em breve.

Por fim, cabe destacar que a Secretaria desenvolveu um painel de dados estatísticos, para dinamizar a apresentação dos dados colhidos pelo Siscoserv, o Siscoserv Dash.

A Secretaria de Comércio e Serviços visa, cada vez mais, trabalhar articuladamente com o setor privado e com os demais órgãos da Administração Pública para contribuir com a alavancagem do comércio exterior de serviços.

Pedidos de informação, sugestões de aprimoramento e dúvidas sobre as estatísticas do Siscoserv podem ser encaminhados para estatistica.siscoserv@mdic.gov.br .

VEJA TAMBÉM

SCS
Secretaria de Comércio e Serviços